sábado, 27 de março de 2010

'SINDLIV' Agora Com Assessoria e Consultoria Previdenciária !!!!

A Partir de hoje o SINDLIV conta com um Escritório de Assessoria e Consultoria  Previdenciária.

APOSENTADORIAS POR:
- TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO / IDADE / ESPECIAL;
- PENSÃO POR MORTE;
- CONTAGEM TEMPO DE SERVIÇO;
- REVISÕES DE APOSENTADORIA;
- CÁLCULOS PREVIDÊNCIÁRIOS;
- INSCRIÇÃO DE AUTÔNOMOS / EMPRESÁRIOS / DOMÉSTICAS / DONAS DE CASA / ESTUDANTES / DESEMPREGADOS;
- RECURSOS E REABERTURA DE PROCESSOS INDEFERIDOS;
- DESAPOSENTAÇÃO.
Os interresados poderão entrar em contato nos seguintes telefones :(11)9878-9568 
           (11)4177-5586
Com o Doutor ALEX ou no E-mail :bezerraale@ig.com.br

ENDEREÇO PARA ATENDIMENTO AOS REPRESENTADOS PELO SINDLIV
RUA TABATINGUERA, 492 - CENTRO - SP
TELEFONE : 3105-1212 - ROSANGELA

terça-feira, 23 de março de 2010

SINDLIV Marca Presença na Transpérola em Guarulhos !!!

A posição da empresa Transpérola – prestadora de serviço à Prefeitura de Guarulhos ­– em medir forças com o Sindicato da categoria dos Locadores não parece ser uma medida inteligente.
O Sindicato está na busca de um diálogo para valorizar a parceria entre: Empresa, Trabalhadores e Governo, no sentido de juntos encontrarmos saídas que resolvam problemas.
Estes que afetam diretamente a categoria hoje.
Estivemos presente hoje (23/03) e esperamos que a senhora Karina realmente confirme a agenda solicitada pelo Sindicato.
Assim, evitaremos maiores problemas para ambos os lados.

Diretoria do SINDLIV Participa de Seminário na Câmara Municipal de São Paulo sobre Transporte Público !!!

Nesta segunda feira dia 22/03/2010 A DIRETORIA DO SINDLIV participou na Câmara Municipal de São Paulo sobre o Seminário de Transporte com um dos temas  voltados para o Monotrilho x Metrô.
O Seminário contou com a participação de cerca de 400 pessoas, mais sem a presença dos representantes das Secretarias de Transportes da Prefeitura de São Paulo e sem representantes do Governo do Estado de São Paulo, o debate deu lugar a diversas críticas sobre a má qualidade oferecida sobre os serviços prestados à população de São Paulo.
Falta de investimentos ao longo dos anos para implantação de transporte de massa como o metrô, e falta de planejamento entre os governos estaduais e municipais, foram os principais assuntos abordados por parlamentares e especialistas do setor.
Sem os técnicos dos governos e do próprio metrô para defender o monotrilho, sobraram argumentos desfavoráveis a esse sistema.
No começo do ano passado, a Prefeitura e o Governo do Estado anunciaram mudanças no plano de expansão do metrô a partir da Estação Vila Prudente para atender aos bairros da periferia da zona leste como Sapopemba, São Mateus e Cidade Tiradentes.
O traçado do metrô será desviado em direção à Água Rasa, evoluindo de forma subterrânea pelo Jardim Anália Franco até chegar à Penha.
Já em direção à Estação Oratório, no Parque São Lucas, o sistema que será adotado é o monotrilho.
Com a promessa de chegar até Cidade Tiradentes, esse projeto abandona o corredor exclusivo de ônibus, batizado de Expresso Tiradentes, e sepulta de vez a expansão do metrô para essa região.
Realizado pelas lideranças do PT e do PCdoB, com apoio de múltiplas entidades, o seminário teve duas partes.
A primeira mesa foi coordenada pelo vereador João Antonio do PT.
“O vereador João Antonio do PT lembrou que São Paulo tem uma dependência estrutural de um melhor sistema de transporte público, já que faltaram investimentos ao longo dos anos”, “Enquanto a Cidade do México que começou a construir sua rede metroviária na mesma época do que São Paulo concluiu 260 km, nossa cidade tem menos de 70 km”.
Ao encerrar a primeira mesa de debate, o vereador Jamil Murad, ressaltou ao publico a necessidade da influência popular nas decisões sobre o transporte público. “Não existe compromisso em resolver essa questão”, disse. “Basta verificar que o governo do Estado está gastando R$ 1 bilhão e 300 milhões com as novas pistas nas marginais, cortaram 800 árvores e essa obra não vai resolver a fluidez”.
Os vereadores Senival Moura (PT), Juliana Cardoso (PT), Juscelino Gadelha (PSDB) e Jamil Murad também participaram da primeira parte do seminário.
Monotrilho
A segunda mesa, presidida pelo vereador Jamil Murad (PcdoB), teve como assunto principal o monotrilho.
Os governos estadual e municipal decidiram a utilização deste tipo de transporte em detrimento ao metrô no trecho Vila Prudente/ Cidade Tiradentes.
Este é um tipo de metrô leve, que utiliza pneus em vez de rodas de ferro e trafega sobre um único trilho metálico ou de concreto.
Marcos Kyioto, mestrando em planejamento de transporte público da Faculdade de Arquitetura da USP, apresentou um estudo comparativo entre os dois meios de locomoção. “Falta uma apresentação oficial por parte das autoridades de como será exatamente o projeto a ser implementado no trecho Vila Prudente/ Cidade Tiradentes.
Fiz a comparação com base nos monotrilhos já existentes no mundo”, explicou Kiyoto.
De acordo com a exposição de Kyioto, o monotrilho tem a capacidade de transportar de 4 mil a 25 mil pessoas por hora em um sentido.
Já no metrô essa capacidade é de 20 mil a 60 mil pessoas.
No caso dos custos, o quilômetro do monotrilho fica entre R$ 70 milhões a R$ 130 milhões; no metrô, esse custo pode chegar a R$ 380 milhões por quilômetro.
Após expor os dados, Kyioto concluiu que o transporte leve sobre trilhos é realmente mais barato, mas não é o modelo adequado para alta demanda presente na região. “Devido a essa alta demanda, ele terá que trabalhar em capacidade máxima, o que gera um custo de operação muito alto”, concluiu ele.
O projeto do monotrilho da Vila Prudente/Cidade Tiradentes prossegue a fase de licitação depois que Tribunal de Contas do Estado (TCE) liberou o andamento do processo.
Também participaram da segunda mesa, o deputado estadual Adriano Diogo (PT); o deputado federal Carlos Zarattini ( PT); Wagner Fajardo, representando a União Internacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Transporte; os vereadores Eliseu Gabriel ( PSB) e Senival Moura.
O seminário é realizado com o apoio do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Sindicato dos Condutores de São Paulo, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/SP), Associação dos Mutuários, Moradores e Agregados em Conjuntos Habitacionais do Estado de São Paulo (AMASP), Associação dos Trabalhadores da Região de Itaquera e Adjacências (ATRIA), Associação Unificadora de Loteamentos, Favelas e Assentamentos de São Paulo, Movimento Ambiental Cultural Ecológico (MACE) e Comissão Permanente de Transporte da Cidade Tiradentes.
Fontes site da câmara Municipal de São Paulo e Sindicato dos Locadores Individuais (SINDLIV)

domingo, 21 de março de 2010

Comunicado de mudança da data da Reunião do SINDLIV !!

A Reunião do SINDLIV que estava marcada com toda a diretoria para o dia 27/03/2010 ás 10:00 horas.
FOI REMARCADA PARA O DIA 03/04/2010 ÁS 10:00 HORAS NA SEDE DO SINDICATO.
Dúvidas sobre a Agenda do Sindicato (SINDLIV) entrar em contato na sede do Sindicato sem fone: 3105-1212 com ou secretária de imprensa e comunicação com Cobra no fone: 9270-8789 ou 8663-2204 ou no E-Mail:carlinhoscobra@gmail.com

"CAPOEIRA" Eleito Presidente do Conselho Fiscal !!!!

Em reunião realizada neste Sábado dia 20/03/2010 na sede do SINDLIV localizado na Rua Tabatinguera n°492 centro de São Paulo foi eleito para a Presidência do Conselho Fiscal do Sindicato dos Locadores Individuais e Máquinas Leves e Pesadas Prestadores de Serviços Públicos e Privados em todo o Estado de São Paulo o Senhor José Amaro da Silva CAPOEIRA para Presidir o conselho fiscal.
CAPOEIRA foi eleito por unanimidade entre os outros diretores do conselho fiscal,e agora promete ser mais um elo de ligação forte na condução dos trabalhos do SINDLIV.

SINDLIV AGORA NO FLICKR !!!

A partir de agora o SINDLIV esta com uma conta no FLICKR você poderá ver fotos de eventos, reuniões, congressos, atividades sindicais e confraternizações nessa nova ferramenta de armanezamento da internet.
É só você clicar no banner do FLICKR que fica do lado esquerdo do blog ou se preferir clique aqui neste link http://www.flickr.com/photos/sindliv/ e em apenas um click você estará visualizando a galeria de fotos do SINDLIV e lá você poderá ver as fotos em alta definição em 10 mega pixels e também se quiser fazer downloads.

domingo, 14 de março de 2010

Fotos da Assembléia realizada na cidade de Guarulhos .

 No dia 13/03/2010 às 10 horas, aconteceu a Assembléia dos Locadores Individuais de Veículos da cidade de Guarulhos para discutir e aprovar uma pauta de reivindicações.
A participação da categoria foi muito importante, com cerca de aproximadamente 80 pessoas, foi debatido exaustivamente os problemas e aprovada às reivindicações.
Estas reivindicações serão encaminhadas as empresas prestadoras de serviços com cópia ao poder público municipal.
Estamos de olho! Aguardaremos breve resposta.

Os companheiros guarulhenses merecem respeito!

quinta-feira, 4 de março de 2010

Senai-SP abre 2,580 vagas gratuitas para Cursos Técnicos em todo o Estado
Inscrições começam dia 8 de março.
Serão Oferecidas 30 habilitações para os períodos da manhã, tarde e noite, em 21 municípios do Estado
De 8 a 26 de março, o Senai-SP abre inscrições para 30 Cursos Técnicos, totalmente gratuitos, em 36 escolas instaladas em 21 municípios do Estado.
Serão no total 2,580 vagas, sendo 1,167 na Capital, 396 na Grande São Paulo e 1,017 no interior.
As aulas começam no segundo semestre de 2010.
O objetivo dos Cursos Técnicos do Senai-SP é Proporcionar habilitação profissional em áreas tecnológicas específicas do setor industrial.
Os cursos, na sua Maioria, Tem Duração de 1.600 horas (equivalente a dois anos), incluindo estágio supervisionado, que é obrigatório.
A partir deste processo seletivo, as inscrições Serão realizadas pela Internet, no endereço http://www.sp.senai.br/processoseletivo.
Os Interessados Deverão ter o Ensino Médio concluído ou estar matriculados em curso que lhes Permita concluir o Ensino Médio até a data de início das aulas.
Cada candidato PODERÁ se inscrever em uma única habilitação, exclusivamente na Escola Senai em que pretendem realizar o curso. Também poderá se candidatar para outro turno do curso pretendido em 2 º opção.
Não Serão aceitas inscrições de alunos matriculados em REGULARMENTE Cursos Oferecidos gratuitamente pelo Senai-SP e que pretendam cursa-los Simultaneamente.
Os cursos do Senai-SP estão sintonizados com as tendências mais modernas do mercado de trabalho no setor industrial, o que se Reflete nos índices de absorção dos formandos.
Segundo pesquisa feita com ex - alunos após um ano da conclusão, 82 empregados Estavam%.
Inscrições:
Abertas a partir das 8h de 08/03/10 até as 21h de 26/03/10, no endereço http://www.sp.senai.br/processoseletivo.
Pagar taxa de R $ 37,00, a partir do Boleto Bancário emitido pela Internet, durante a inscrição.
A inscrição será efetivada somente após o pagamento do boleto na rede bancária.
Prova:
Dia 25 de abril de 2010 (domingo), com duração de 2h30.
A prova é composta por 60 questões de múltipla escolha (20, Língua Portuguesa, 20 de Matemática e 20 de Ciências da Natureza / Física, Química e Biologia), em nível de Ensino Médio, conforme programa apresentado no manual do candidato.
O candidato DEVE comparecer munido da guia de inscrição (impressa pela Internet não endereço www.sp.senai.br / processoseletivo), Cédula de Identidade original ou outro documento oficial de identidade que contenha fotografia do candidato, caneta esferográfica azul ou preta, lápis e Borracha.
Resultados
O gabarito será divulgado no endereço http://www.sp.senai.br/processoseletivo um partir das 14h do dia 26 de abril de 2010.
A lista dos aprovados PODERÁ ser aferida no endereço http://www.sp.senai.br/processoseletivo,a partir das 14h do dia 19 de maio de 2010.a
Os aprovados na primeira chamada Deverão matricular-se de 19 a 21 de maio e os candidatos suplentes, dia 24 de maio.
Mais informações: Site: http://www.sp.senai.br/
Tel. (11) 3528-2000 (Capital e Grande SP)
Tel. 0800 551000 (Outras Localidades)
Cursos Técnicos do Senai-SP em todo o Estado Oferecidos:
Alimentos, Análises Químicas, Automação Industrial, Cerâmica, Desenho de Projetos; Design de Calçados, Edificações, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Eletrônica, Fabricação Mecânica, Impressão Gráfica, Impressão Offset; Informática - Redes de Comunicação; Instrumentação, Logística, Manutenção Automotiva, Mecânica; Mecânica de Precisão; Mecatrônica, Metalurgia, Plásticos, Pré-Impressão Gráfica; Química; Redes de Computadores, Refrigeração e Climatização; Rotogravura e Flexografia; Telecomunicações, Têxtil, Vestuário e.

Municípios com inscrições abertas:
Alumínio - 91 vagas
Barueri - 32 vagas
Bauru - 160 vagas
Campinas - 224 vagas
Capital - 1,167 vagas
Franca - 32 vagas
Jacareí - 64 vagas
Jaguariúna - 32 vagas
Jundiaí - 64 vagas
Matão - 24 vagas
Mogi Guaçu - 32 vagas
Osasco - 96 vagas
Pompéia - 48 vagas
Rio Claro - 32 vagas
Santa Bárbara D'Oeste - 32 vagas
Santos - 22 vagas
São Bernardo do Campo - 228 vagas
São Caetano do Sul - 40 vagas
São Carlos - 32 vagas
Sorocaba - 64 vagas
Taubaté - 64 vagas
Por Rosângela Gallardo.

Estádio em São Bernardo pode abrigar o Museu do Trabalho e do Trabalhador !!

(Foto: Wilson Magrão/Prefeitura de São Bernardo)
Por: Jessica Santos, Rede Brasil Atual

Palco das históricas assembleias de metalúrgicos durante o regime militar, estádio 1º de Maio já foi tombado provisoriamente
Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo do Campo (segundo à direita) visita o Estádio 1º de Maio
O Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo, pode sediar o Museu do Trabalho e do Trabalhador e se tornar patrimônio cultural nacional.
O local, também conhecido como Estádio da Vila Euclides foi tombado provisoriamente pelo Compahc (Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural de São Bernardo do Campo) em 2002.
O prefeito, Luiz Marinho (PT), visitou na terça-feira (2) o estádio, localizado na região central da cidade, acompanhado dos secretários de Cultura, Leopoldo Nunes, de Esportes e Lazer, José Luiz Ferrarezi, e de Planejamento Urbano e Ação Regional, Alfredo Buso.
"Temos propostas para a criação do Museu do Trabalho e do Trabalhador e do Memorial da Vila Euclides com o objetivo de preservar a história deste estádio.
Além disso, o espaço pode ser modernizado e ampliado para que as equipes locais de futebol continuem a disputar os campeonatos profissionais e amadores", afirma Marinho.
Palco das grandes manifestações sindicais dos trabalhadores metalúrgicos de São Bernardo e Diadema em 1979 e anos seguintes, época das greves históricas realizadas ainda durante o regime militar, o estádio conta com campo de futebol gramado, arquibancada para 13 mil pessoas, duas quadras de tênis iluminadas, sala para xadrez e dama e sala preparada para competições de tênis de mesa.